Bacillus subtilis formador de esporos

Descrição

O MAXBIOS é um novo estabilizador da flora intestinal para produção eficiente e sustentável
de suínos e aves, com base na cepa probiótica Bacillus subtilis, formadora de esporos. A capacidade
do MAXBIOS de germinar e proliferar no intestino de suínos e frangos de corte permite que
ele seja eficientemente ativo em nível intestinal. Isso, por sua vez, melhora a digestão de nutrientes,
o que leva a uma melhoria na conversão alimentar e crescimento.

Modo de ação

PROVITA SUPPLEMENTS
APRESENTA U MA N OVA E STIRPE
PROBIÓTICA

Criar animais saudáveis com menos antibióticos – esse é
um desafio constante para a criação de animais. Os probióticos
à base de Bacillus subtilis parecem ser uma alternativa
eficaz ao uso de antibióticos na ração de suínos e
aves. Entretanto, a escolha de uma estirpe de desempenho
consistente é um desafio permanente, e foi por isso que
desenvolvemos uma linhagem completamente nova de
Bacillus subtilis para o MAXBIOS. Este probiótico inovador
formador de esporos é aprovado como aditivo para leitões
e frangos de engorda na União Européia. MAXBIOS (B. subtilis
DSM 28343) é classificado na categoria “aditivo zootécnico”
como um ‘estabilizador de flora intestinal’.

UM PARCEIRO FORTE NA ALIMENTAÇÃO DE SUÍNOS E AVES

As espécies de Bacillus são vantajosas para a alimentação animal, pois formam endosporos que mantêm a estabilidade no estômago e resistem a tensões químicas e físicas, como o processo de peletização ou armazenamento prolongado em condições quentes. Esses micróbios vivos formadores de esporos, estáveis ao calor, produzem certas enzimas e consomem oxigênio que criam um ambiente ideal para os lactobacilos que positivamente influenciam a resposta imune local.

A DIFERENÇA ESTA NA ESTIRPE

Foi necessário um extenso processo de triagem para escolher e desenvolver uma solução probiótica eficaz. A nova cepa de Bacillus subtilis (DSM 28343) é uma cepa bacteriana de ocorrência natural isolada do feno. Não contém genes resistentes a antibióticos e não é prejudicial aos seres humanos ou ao meio ambiente. Para uso prático, o MAXBIOS pode ser combinado com vários coccidiostáticos e ácidos orgânicos.

Resultados do ensaio

MELHOR CONVERSÃO ALIMENTAR EM FRANGOS DE CORTE

B. subtilis é capaz de esporular e se multiplicar em condições ideais, como comprovado em um estudo de fermentação ex-vivo em fluidos intestinais de frangos de corte. Os resultados indicam claramente que os esporos de B. subtilis germinam e proliferam no intestino de frangos, com o crescimento mais eficiente no íleo. Vários ensaios in-vivo investigaram o efeito do MAXBIOS nos parâmetros de desempenho em frangos de corte vivos. A adição de MAXBIOS às dietas para o período inicial e de crescimento mostrou efeitos positivos consistentes nos parâmetros de produção. A capacidade do MAXBIOS de germinar e proliferar no intestino de frangos de corte permite que ele seja eficientemente ativo no nível intestinal. Isso melhora a digestão de nutrientes, levando a uma melhora na conversão alimentar e no crescimento. Os resultados destes estudos ilustram a contribuição de um microrganismo estável e de alimentação direta para beneficiar a produção de aves sem antibióticos (veja a F1).

MELHOR CONVERSÃO ALIMENTAR EM LEITÕES

Os resultados de um estudo de fermentação ex-vivo indicam
que os esporos de B. subtilis germinam e proliferam no intestino
do suíno, com a maior proliferação ocorrendo no cólon.
Vários ensaios de eficácia demonstraram os efeitos positivos
do MAXBIOS nos parâmetros de desempenho em leitões
desmamados. A F2 mostra os efeitos do MAXBIOS suplementado
com uma dosagem de 1 x 109 UFC/kg em uma
dieta inicial e de crescimento para leitões desmamados de
25 a 66 dias de idade. O ganho de peso corporal aumentou
em 5,5% para o grupo de tratamento no final do período experimental
de 42 dias. Além disso, a conversão alimentar foi
melhorada em 8,5% em comparação com o controle.